quinta-feira, 13 de abril de 2017

Documentação necessária para a declaração de IRPF/2017


No sentido de orientá-lo quanto à apresentação da sua declaração de imposto de renda pessoa física relativa ao ano calendário de 2016, exercício 2017, lembramos a você o seguinte: o prazo máximo para apresentação será até o dia 28.04.2017. Estão obrigados a apresentar a declaração, entre outros, as pessoas que tiveram rendimento tributável de valor igual ou superior a R$ 28.559,70 (vinte e oito mil, quinhentos e cinquenta e nove reais e setenta centavos), ou tenham obtido rendimentos isentos ou tributados exclusivamente na fonte acima de R$ 40.000,00 (quarenta mil reais), obteve receita bruta de atividade rural acima de R$ 142.798,50 (cento e quarenta e dois mil, setecentos e noventa e oito reais e cinquenta centavos), ou ainda quem em 31.12.2016, tinha posse ou propriedade de bens de valor superior a R$ 300.000,00 (trezentos mil reais), ou ainda, realizou operações em bolsas de valores, e também quem realizou em qualquer mês do ano calendário alienação (venda) de bens ou direitos em que foi apurado ganho de capital sujeito a incidência do imposto.

Diante do exposto, queremos lembrá-lo que, já estamos preparados para receber sua declaração. Lembramos também que, quanto mais rápido você providenciar sua documentação, mais rápido a sua declaração ficará pronta, e também que a multa pela não apresentação da mesma é de 1% (um por cento) ao mês sobre o valor do imposto devido, limitado a 20% (vinte por cento) ou, se for o caso, a multa mínima será de R$ 165,74 (cento e sessenta e cinco reais e setenta e quatro centavos). Toda documentação relativa a DIRPF 2017 deverá ser entregue dentro do prazo.

Documentação necessária:

– Xerox do cartão de CPF (para quem declara pela primeira vez conosco)
– Xerox do título de eleitor (para quem declara pela primeira vez conosco)
– Endereço residencial (favor anotar ao lado, não precisa anexar comprovante):
– Número do telefone (não precisa anexar comprovante):
– Informes de Rendimentos bancários consolidados com saldo em 31.12.2015 (Conta corrente, poupança, aplicações, etc.).
– Informes bancários sobre Previdência Privada e Títulos de Capitalização, entre
outros.
– Relação dos dependentes com grau de parentesco, data de nascimento e CPF, se houver (dependentes acima de 18 anos ficam obrigados a declarar o nº do CPF).
– Última declaração apresentada (se houver)
– Recibos de despesas médicas e/ou plano de saúde, do titular e dos dependentes (se houver).
– Recibos de despesas escolares do titular e dos dependentes (se houver)
– Carnê do INSS do empregado doméstico (caso haja).
– Cópias de escrituras de imóveis comprados durante o ano (se houver).
– Relação de bens vendidos, com os seguintes dados do comprador: Nome, CPF, data e valor da venda (se o bem houver sido declarado anteriormente ou comprado e vendido no mesmo ano).
– Cópia de documentos de carros, motos, embarcações, etc., comprados durante o
ano e pagamentos de consórcios e financiamentos dos mesmos (se for o caso). – Comprovante de rendimentos (fornecido pela empresa, banco, contador ou INSS).

Obs: Toda documentação relativa à DIRPF 2017 nos deverá ser entregue, dentro do prazo.

Janaína Marques - Assessoria Contábil

Empresária

Janaína Marques é contabilista e atualmente detém um escritório de consultoria financeira no município de Santa Cruz do Capibaribe

0 comentários:

Postar um comentário